Como instalar ventilador de teto

Saber como instalar ventilador de teto é um conhecimento fundamental na hora de pensar em soluções para melhorar a qualidade de vida e conforto dos clientes nos ambientes.

Esse modelo é bastante versátil e oferece um ótimo custo-benefício, tanto pela variedade de modelos disponíveis, preço e pelo fator estético.

Isso porque existem modelos que conseguem ser decorativos ao mesmo tempo que oferecem conforto térmico da ventilação natural.

Em comparação com durabilidade, manutenção e maior tempo de vida útil, os ventiladores de teto também saem na frente dos modelos portáteis, de mesa e de chão.

Por ser fixo em um ponto do teto, os usuários não precisam ficar mudando constantemente de lugar, o que ajuda a preservar o produto.

Ou seja, é uma boa solução para ajudar a resolver o calor excessivo nos dias intensos de verão ou em regiões do país em que as temperaturas altas são constantes.

Também é uma alternativa com um bom custo em relação ao ar-condicionado. 

Se você deseja aprender como instalar ventilador de teto para fazer a instalação na sua obra, confira esse texto até o fim. Respondemos as principais dúvidas, materiais necessários e mais:

Leia também: tudo o que você precisa saber sobre Instalação hidráulica! [GUIA]

Como escolher o ventilador de teto adequado?

Escolher o aparelho correto de acordo com o ambiente é tão importante quanto saber, na prática, como instalar ventilador de teto. 

É necessário avaliar as especificações e características técnicas do ventilador e avaliar se faz sentido de acordo com as necessidades do projeto e do ambiente.

Por isso, confira o que analisar antes da compra:

  • Tamanho: para uma boa ventilação, é necessário escolher um aparelho de um tamanho que seja proporcional ao tamanho do ambiente. Em um cômodo espaçoso, o ventilador precisará de mais vazão de ar, por isso o ideal é optar por um aparelho com hélices mais largas. 
  • Potência: a potência de um ventilador de teto significa o quanto o aparelho precisará de energia elétrica para funcionar perfeitamente. De modo geral, quanto mais hélices e inclinação, maior a potência.
  • Vazão de ar: esse é um valor calculado quantidade de metros cúbicos por segundo (m³/s). Quanto maior o ambiente maior deve ser a vazão de ar para uma ventilação eficiente. Em cômodos menores, de até 10m², o ventilador pode ter de  1m³/s a 1,7m³/s. Em cômodos médios, de até 35m², a vazão de ar mais eficiente são os de 2m³/s.
  • Índice de Eficiência Energética: além de escolher um aparelho de qualidade, é fundamental avaliar o impacto do uso do aparelho no consumo de energia, para optar pela opção mais econômica. Para isso, é importante observar qual o Índice de Eficiência Energética, um valor calculado pela relação da potência e a vazão de ar. Normalmente, essa informação está presente na própria embalagem ou manual de uso do ventilador. Pesquise pelos produtos que possuem o Selo Procel A.
  • Iluminação: muitos modelos de ventilador de teto possuem luminária embutida e funcionam também como um lustre. Por isso, vale avaliar qual modelo vai proporcionar a melhor ventilação e iluminação, tomando cuidado com a escolha do tipo de lâmpada mais adequado.
  • Ruído: para não acabar se arrependendo da escolha pelo ruído que o aparelho faz, peça para testar o aparelho no momento da compra, para avaliar o nível de ruído e o quanto ele atrapalha no ambiente. Se o ventilador for instalado no quarto, por exemplo, é importante que o ruído seja mínimo para não atrapalhar a qualidade de sono.
  • Funcionalidades: alguns modelos de ventiladores também possuem funcionalidades extras que podem tornar o uso ainda mais prático no dia a dia, como no caso de aparelhos com controle remoto e diferentes velocidades de ventilação.
  • Estética: por fim, vale também considerar a estética do aparelho e o quanto a instalação ficará harmoniosa com a proposta de decoração do ambiente, unindo funcionalidade e beleza.

Benefícios do ventilador de teto

Antes de ver como instalar ventilador de teto com o passo a passo, vale a pena conhecer os benefícios do aparelho. 

Se você ou seu cliente estão na dúvida se vale mais a pena optar por um ar-condicionado ou ventilador de teto, esses pontos podem ajudar na decisão.

O primeiro benefício que vale a pena destacar é que o ventilador de teto ajuda a proporcionar uma ventilação mais uniforme no ambiente, digamos assim. Por ser instalado no teto e em um ponto central, a ventilação proporciona uma melhora na sensação térmica de todo o ambiente.

É bem diferente dos ventiladores de chão, que não possuem uma ventilação tão abrangente, com um ângulo de ventilação um pouco mais limitado.

Já o ar-condicionado também proporciona essa sensação de todo ambiente climatizado, com a vantagem do aparelho ajudar a deixar o ambiente com temperaturas mais baixas.

Contudo, a umidade muito baixa provocada pelo ar-condicionado, em alguns casos, pode ajudar a provocar crises respiratórias em quem já sofre com condições como asma e bronquite crônica.

Outro benefício do ventilador de teto é que existem modelos para todos os gostos e bolsos. Se a ideia é ter uma opção de ventilação eficiente com um custo acessível, o ventilador de teto vale a pena.

Também vale destacar que sabendo como instalar ventilador de teto corretamente, com um profissional especializado, a necessidade de manutenção será muito menos frequente, o que é um ponto positivo no quesito custo-benefício.

Como instalar ventilador de teto: materiais necessários

Como instalar ventilador de teto

Para seguir com o passo a passo de como instalar ventilador de teto, é necessário ter em mãos todos os materiais e equipamentos necessários para fazer a instalação.

No manual de instruções de uso, deve ter descrito quais são as ferramentas e materiais necessários. 

Grande parte dos materiais vêm junto com o produto, mas é importante ter um checklist para conferir se você terá tudo o que é fundamental para uma instalação de qualidade. 

Veja o que vai ser necessário, além do aparelho, lâmpadas e fiação para instalação:

Confira na Obramax todos os materiais necessários e tenha em mãos todos os equipamentos para a instalação do ventilador de teto na sua obra.

Como instalar ventilador de teto: passo a passo

Para fazer a instalação, em primeiro lugar, você deve desligar a chave geral de energia e disjuntores, para a sua segurança ou do profissional que fará a instalação do aparelho.

Verifique se você tem todas as ferramentas e materiais necessários para fazer a montagem e leia sempre o manual de instruções de uso do fabricante, pois cada aparelho pode ter uma ordem ou características específicas de montagem.

Se for o caso de um ventilador de teto com lâmpadas e lustre, separe-os para a instalação somente no final do processo, por se tratar de peças mais frágeis.

Agora, mãos à obra! Confira o passo a passo de como instalar ventilador de teto:

1. Passagem dos fios

Como instalar ventilador de teto: passagem dos fios

Em primeiro lugar, é necessário preparar toda a fiação. Para isso, passe os fios das lâmpadas, se houver, por dentro de uma estrutura chamada niple, um pequeno cano auxiliar de inox. 

No caso dos fios do ventilador e do lustre, a passagem deve ser feita por dentro da haste, saindo para fora da base.

Na dúvida, sempre observe o passo a passo do manual feito pelo fabricante, certo?

2. Encaixe da haste

Em sequência, faça o encaixe da haste no motor do aparelho, de acordo com a instrução no manual. A abertura maior deve ficar virada para os fios. 

Depois, prenda o pino de fixação, passando os dois fios (motor e soquete) por dentro da haste e o pino de segurança na haste.

3. Fixação do suporte

Faça os furos no teto com o uso da furadeira e com as buchas e parafusos realize a fixação do suporte.

Certifique-se de que está bem preso, mas se ainda possui alguma folga. O equipamento deve ficar firme, mas não totalmente preso, pois é necessário que ele ainda tenha o movimento quando estiver em uso. 

Normalmente, a fixação do suporte é feita na laje, no forro de alvenaria, mas caso o teto seja de gesso, madeira ou drywall, é possível colocar um suporte auxiliar para prender dentro da laje, garantindo ainda mais firmeza e segurança.

4. Ligação da fiação no teto

Nessa etapa, você deve realizar a ligação da fiação no teto. Conecte, em primeiro lugar, os fios da fase do lustre e do motor ao fio fase da rede elétrica da obra.

Em sequência, conecte o retorno da lâmpada ao retorno da chave controle.

Por fim, ligue o fio de exaustão ao fio de ventilação do motor ao capacitador. Importante reforçar que os disjuntores devem estar desligados desde o começo da instalação. Também é necessário fazer uso da fita isolante para encapar a fiação.

5. Conexão dos fios na chave de controle

Agora, faça a troca do interruptor pela chave de controle do ventilador. Conecte o fio da chave de controle ao retorno da lâmpada, depois conecte os dois fios da chave aos fios respectivos do motor e de alimentação de energia.

Lembre-se de isolar os fios com a fita isolante para evitar problemas e reforçar a segurança da instalação.

6. Concluindo a instalação e testando o aparelho

Depois de ter concluído a instalação de toda fiação do ventilador de teto, é hora de finalizar com as lâmpadas e o lustre. Também é importante conferir, com a ajuda da trena, se as pás estão niveladas em relação a distância do teto. 

Isso é importante para que o ventilador funcione perfeitamente. Se houver alguma peça desnivelada, é importante ajustar para evitar problemas.

Também é importante conferir se todos os parafusos e peças estão firmes antes de realizar o teste.

Por fim, ligue a chave geral para  ligar o ventilador. Caso não esteja funcionando, entre em contato com o fabricante ou para um profissional especialista em instalações elétricas.

Dúvidas frequentes sobre como instalar ventilador de teto

Dúvidas frequentes sobre como instalar ventilador de teto

Pode instalar ventilador de teto no forro de drywall?

Sim, o ventilador de teto pode ser instalado no drywall, mas assim como na instalação no forro de alvenaria, madeira ou viga de metal, precisa ser feito de acordo com algumas recomendações técnicas específicas. 

Por exemplo, é necessário verificar qual o peso mínimo e máximo que o forro suporta para a instalação. No vídeo abaixo do canal Obra é compromisso, você confere as principais dicas de como instalar ventilador de teto em drywall:

Como checar o balanceamento do ventilador de teto

O balanceamento correto do ventilador de teto é um ponto de análise fundamental para garantir o funcionamento e prolongar sua vida útil. Para isso, observe se as pás estão niveladas e se não possuem nenhuma curvatura.

Também confirme se os parafusos estão apertados adequadamente. 

Com a trena, meça se a ponta de cada pá tem a mesma distância em relação ao teto. Caso haja alguma diferença, ajuste antes de fazer o uso do ventilador, para que ele não fique trepidando ou fazendo ruídos.

Se mesmo com esses ajustes o ventilador de teto continuar balançando, retire as pás e teste o aparelho sem elas. Se o problema parar, isso significa que a troca das pás pode resolver.

Caso o contrário, é importante buscar ajuda técnica ou até mesmo realizar a troca do aparelho dentro do prazo de garantia do fabricante.

Como instalar ventilador de teto com lâmpada?

De modo geral, o passo a passo de como instalar ventilador de teto com lâmpada é muito semelhante ao de um ventilador de teto comum. A diferença é que é necessário realizar também a instalação e conexão dos fios das lâmpadas no teto e no interruptor, como vimos acima.

Independente de ser um ventilador de teto com lâmpada ou não, é fundamental contar com o trabalho de um eletricista, que deve prever a instalação desde o projeto arquitetônico.

Leia também: Como instalar uma tomada com interruptor? Veja o passo a passo

Conclusão

Nesse conteúdo, a intenção era mostrar o passo a passo prático de como instalar ventilador de teto e as vantagens desse modelo em comparação com outros aparelhos, como o ar-condicionado e o próprio ventilador de mesa.

Embora pareça um passo a passo simples, é fundamental ter o apoio de um profissional especializado, além de seguir à risca o manual do fabricante.

Se esse artigo ajudou a esclarecer suas dúvidas, continue navegando aqui pelo Blog do Max para saber mais sobre instalações elétricas e outros assuntos pertinentes a obra e reforma!