Header Blog do Max

Piso sobre piso: economia de tempo na reforma

Diversas inovações diminuem o tempo de execução de diversas tarefas, seja na construção ou na reforma

Piso sobre piso: alguns profissionais aprovam, outros não. Mas no final, o importante mesmo é agradar ao cliente. Por diversos motivos, desde falta de orçamento até rapidez e praticidade, os consumidores buscam profissionais que ofereçam o assentamento de piso sobre piso, eliminando a necessidade de retirar as peças e substituir por novas. Que tal conferir um passo a passo e algumas dicas para efetuar o serviço?

3 motivos para utilizar a técnica piso sobre piso

Antes de aprender como fazer o piso sobre piso na prática, que tal descobrir os 3 principais motivos que podem ajudá-lo a convencer seu cliente a preferir essa reforma?

  • Redução de custos com a reforma

  • Redução do tempo de obra

  • Eliminação da necessidade de descarte do piso anterior.

Os 3 fatores acima são os mais motivadores para a instalação piso sobre piso, uma vez que trazem vantagens tanto para seu cliente quanto para você, profissional da construção. Agora vamos aprender como assentar piso sobre piso?

Produtos necessários

Para efetuar a instalação piso sobre piso, alguns materiais são essenciais e diferentes das instalações tradicionais. Os principais materiais são:

  • Argamassa Piso sobre Piso

  • Argamassa tradicional

  • Rejunte

Passo a Passo: piso sobre piso

  1. Verifique o nivelamento do piso anterior e o declive para ralos;

  2. Remova peças antigas que estejam soltas, com trincas ou fissuras e adeque a superfície com argamassa.

    DICA: utilize um martelo de borracha para verificar as peças soltas.

  3. Limpe bem toda a superfície;

  4. Prepare e aplique a argamassa colante na superfície e não se esqueça de fazer saliências com os dentes de uma desempenadeira como na imagem abaixo.

    DICA: as argamassas colantes possuem curto tempo de utilização, então, trabalhe em pequenas áreas por vez.

  5. Assente as novas peças com os mesmos cuidados do assentamento tradicional: passe argamassa e faça saliências no fundo da peça, pressione com cuidado e verifique o nivelamento.

  6. Coloque os espaçadores para garantir o espaço do rejunte e lembre-se que não é necessário seguir o padrão do piso anterior.

  7. Limpe as peças com uma esponja molhada e aplique o rejunte.

Todo profissional da construção sabe, mais do que ninguém, que tempo é dinheiro. Quanto mais rápido finalizarmos um serviço (sem esquecer da qualidade), mais rápido podemos pegar outra obra e ter mais um cliente satisfeito. Por isso, conte sempre com meu blog para aprender dicas e novas técnicas e se especializar cada vez mais! Até a próxima!

assinaanewsletter          seloobraecompromisso       facebook instagram youtube