Header Blog do Max

MEI: porque é importante ter um CNPJ

Emitir nota fiscal, auxílios previdenciários e outros benefícios ao ter uma empresa

O sonho da maioria dos profissionais autônomos é expandir seu negócio e também ter garantias para casos extremos. Um passo importante para iniciar essa expansão é ter um CNPJ, ou seja, uma empresa reconhecida pela Receita Federal. Apesar de parecer algo muito complicado, ser um microempreendedor é simples e traz diversas vantagens!

Uma das formas mais simples de ter um CNPJ para autônomos é ser MEI (Microempreendedor Individual). Após cadastro na prefeitura local, basta recolher o imposto devido e mantê-lo em dia, podendo assim emitir notas fiscais e contar com benefícios previdenciários como auxílio-doença ou maternidade.

Categorias para cadastro de MEI

Para se tornar um MEI, é importante que o profissional não fature mais que R$ 81 mil ao ano. Além disso, ele pode ter apenas 1 funcionário e contar com a ajuda de um contador para apresentar o imposto de renda da empresa anualmente.

Para o cadastro e a futura emissão de notas, cada empresa precisa esclarecer quais atividades irá desempenhar. Existem categorias específicas para alvenaria, reparos, pintura e assentamento de pisos, por exemplo.

Principais benefícios do MEI

Além de ter uma empresa regularizada e poder emitir nota fiscal para ter seus serviços contratados por outras empresas, existem outros benefícios em ser MEI:

  • Benefícios previdenciários (auxílio-doença, salário maternidade, aposentadoria por invalidez e outros).

  • Facilidade na contratação de empréstimos, planos de saúde e linhas telefônicas.

  • Possibilidade de registrar um funcionário.

O recolhimento de imposto por ser um microempreendedor individual são baixos e compensam as vantagens de ter uma empresa regularizada! Por isso, procure órgãos como o Sebrae e invista no seu negócio!


assinaanewsletter          seloobraecompromisso       facebook instagram youtube