Header Blog do Max

Drywall: 7 mitos (desvendados) para você vender mais

Ganhe argumentos para convencer seus clientes a investirem na construção a seco

O drywall já é bastante utilizado na construção civil brasileira, mas ainda perde espaço para a alvenaria quando falamos sobre imóveis residenciais. Nesse sentido, o Brasil fica para trás de países europeus, onde a construção a seco é amplamente usada em diferentes projetos.


Um dos motivos para essa diferença são os mitos que ainda rondam o uso do drywall. Para facilitar o trabalho de instaladores especializados na construção a seco, apresentamos abaixo 7 mitos desvendados sobre o drywall, ajudando você a ter argumentos perante os argumentos de seus clientes.


Drywall é muito caro

Comparar custos é sempre algo um pouco relativo. No caso da construção, para comparar o valor gasto com a tradicional alvenaria e com a construção a seco não é possível mensurar apenas o preço do material em si.


Geração de resíduos, limpeza pós obra e tempo de duração do serviço também devem ser levados em consideração. Dessa forma é possível mensurar qual forma de construção é efetivamente mais barata ao final da obra.


Drywall não é resistente

Mais um mito já desvendado sobre o drywall: ele é resistente. A aparência das chapas de gesso acartonado podem levar seu cliente a pensar que ele é frágil, mas isso não é verdade.


As chapas de drywall apresentam diferentes espessuras, para diversos projetos. Em cada caso, o projeto deve ser estudado e a resistência do sistema estará garantida.


Drywall não pode ser usado em ambientes úmidos

Quando falamos de gesso acartonado, parece que realmente ele não poderia ser usado em ambientes úmidos, não é? No entanto, isso não é verdade! Ao menos não totalmente.


Existem placas de drywall que já possuem substâncias hidrofugantes, isso é, que repelem a água. Dessa forma o modelo construtivo pode ser utilizado em banheiros e cozinhas, não deformando com respingos e vapor condensado.


No entanto, para aplicação direta em ambientes constantemente molhados, como a parte interna do box do banheiro, é necessário impermeabilizar a parede, o que pode ser feito com manta asfáltica, por exemplo.


Não dá para fixar objetos no drywall

Mais um pensamento que já foi desmentido: dá sim para pendurar quadros, armários e outros objetos no drywall. A diferença é que existem sistemas de fixação específicos para construção a seco e, dependendo do peso do objeto e da espessura da placa, eles devem ser fixados nos perfis de aço que formam o projeto, não diretamente na placa.


É mais difícil fazer instalações elétricas e hidráulicas

Outro mito muito difundido sobre o uso do drywall é que não é possível passar tubulações para energia elétrica ou condução de água. Na verdade, o sistema permite a passagem de tubos para instalações diversas, seja com sistemas de fixação a pólvora ou aparafusadas nos perfis que compõem a construção a seco.


No final, é uma vantagem do drywall, visto que caso haja necessidade de reparos, não é necessário quebrar toda a parede para acessar os eletrodutos e canos.


Não dá para colocar revestimentos no drywall

O drywall pode receber diversos tipos de acabamento, desde tintas e texturas até revestimentos e pastilhas. O único cuidado necessário, no caso dos dois últimos, é utilizar uma massa específica para assentar as peças e utilizar cantoneiras para distribuir a carga de materiais pesados de maneira uniforme.


Drywall não tem isolamento termoacústico

Pelo contrário! As placas de drywall permitem que materiais como lã de rocha ou de vidro sejam inseridos diretamente em seu interior, transformando a placa em uma construção com isolamento acústico.


Além disso, o drywall em si já possui um certo grau de isolamento acústico e desempenho térmico.


Benefícios do Drywall

Existem diversos benefícios no uso de drywall para construção civil. No Brasil, seu uso em imóveis comerciais já é bem difundido e, aos poucos, os consumidores e profissionais de instalação usam cada vez mais a construção a seco também em residências. Além dos mitos desvendados acima, o drywall possui diversos benefícios:


  • Resistente ao fogo e ao ataque de insetos e fungos;
  • Paredes mais finas, o que acaba influenciando no ganho de área útil nos ambientes;
  • Facilidade de construção e remoção, o que traz mais possibilidades de projetos;
  • a construção a seco é mais leve do que a alvenaria tradicional.


Agora que você já conhece os principais benefícios e como refutar alguns mitos que seus clientes podem trazer a tona ao falar sobre drywall, que tal aprender a executar da forma correta seus projetos de construção a seco? Acompanhe nosso blog e confira dicas imperdíveis!

assinaanewsletter          seloobraecompromisso       facebook instagram youtube