Header Blog do Max

   

Como calcular corretamente uma escada

 

Para construir uma escada de alvenaria sem erros, você pode recorrer à fórmula de Blondel, que você aprende no detalhe neste conteúdo. Confira abaixo!

Para iniciar o cálculo, é preciso saber o pé direito do ambiente onde ficará a escada, isso é, a medida exata entre o piso do pavimento inferior e o piso do pavimento superior. 

Neste exemplo, utilizaremos 3,20 metros. 

Em uma escada, temos P = piso, que é a parte onde pisamos. E = espelho, que é a altura entre um piso e outro.

A fórmula de Blondel é: 2E + P = +/- 64cm.

Para calcular, transformamos o pé direito em centímetros. Com isso, calcularemos quantos espelhos queremos ter nesta escada. 

Pelo conforto, o espelho deve ter entre 16 a 18cm de altura.

Para iniciar, vamos considerar 18 espelhos. Com a fórmula, ajustamos, se necessário.

Primeiro calculamos a altura do espelho, dividindo a altura da escada pelo número de espelhos desejado. Nesse caso, 320 dividido por 18. O resultado, 17,77cm está dentro do parâmetro de conforto.

Para encontrar o piso, que é a profundidade da área onde pisaremos, Para isso, utilizaremos a fórmula de Blondel e a altura dos espelhos, que acabamos de calcular.

Dessa forma, 2E + P = +/-64cm.

2x17,77 + 9 = +/- 64cm.

Com a fórmula, temos: P = 35,54 - 64.

P = 28,46.

Segundo a NBR 9050, que fala sobre acessibilidade, o piso, ou seja, a área disponível para pisar em uma escada, deve ter entre 28cm e 32cm. 

Dessa forma, se teremos 18 espelhos, teremos 17 degraus. Isso por que a quantidade de degraus é sempre a quantidade de espelhos menos 1, uma vez que o último espelho ficará em contato com o pavimento superior.

Já o patamar será de 1m por 1m pois o cliente deseja este patamar e o mínimo recomendável para residências é de 0,80cm. 

Confira tudo sobre construção aqui no Blog do Max!

 

Veja também: 

Tecnologia para a obra

assinaanewsletter          seloobraecompromisso       facebook instagram youtube